quinta-feira, 16 de julho de 2009

Os Castrados

No século XVI, a Igreja impedia as mulheres de cantar nos templos, atitude que se alargou aos teatros e palácios com a bênção da santa inquisição. A dificuldade em encontrar homens que imitassem o timbre feminino, levou à nefasta prática da castração, proceder-se à amputação dos órgãos genitais de rapazes adolescentes, na procura da voz pura e perfeita. Garantia ás vitimas ( rapazes de 10 11 e 12 anos ) carreira bonita, desde logo cheia de benesses e gratificações, o ideal para meninos pobres, que de outra maneira seriam condenados a existências desgraçadas. Antes de serem entregues às mãos dos cirurgiões, sabiam que a escolha e destino dependia de superiores vontades, entre uma vida de privações ou o deslumbramento dos belos teatros, forrados de seda, e igrejas de talha dourada. Esta prática que durou até à segunda metade do século XIX, na maioria dos casos não resultava, a voz degenerava num guinchar fanhoso, e os rapazes eram mandados à vida, entregues à sorte das docas e à eterna chacota. Na melhor hipótese, fariam carreira e enriqueceriam com a sua voz aguda. O mais famoso e consagrado dos Castratti, Carlo B. Farinelli (1705-1782), grande artista, autor e intérprete , um dos maiores cantores de todos os tempos, conseguia produzir 250 notas com uma só respiração, e sustentar uma, durante mais de um minuto.
A dramática vida de Farinelli il Castrato, está contada no livro de André Corbiau (edições Teorema), e no filme de Gérard Cobiau.

Integrado na temporada MusicAtlântico, actua amanhã, dia 17 pelas 21h30, na Igreja do Colégio, em Ponta Delgada, o contratenor mais famoso da actualidade, Philippe Jaroussky. Do programa constam árias e obras do extraordinário mundo vocal dos Castratti do século XVIII, Farinelli e Carestini.


4 comentários:

Maninha disse...

tb é castrado? lol

Zé Carlos disse...

Hoje em dia não é preciso ter atitudes tão drásticas, a virtuosa voz do Sr. é fruto do seu trabalho.:)

Helena disse...

Phillippe só começou a cantar aos 18 anos, até então era violinista.

Luís Henriques disse...

Há uma grande diferença entre "castrati" e sopranista (falsetista)...