segunda-feira, 1 de junho de 2009

A Infância nos Livros

Alice é única. Não existe nenhuma personagem da História da Literatura que lhe chegue aos calcanhares.
É a primeira heroina criança.
É engraçada. É curiosa.
É valente. É emotiva.
Tem um apurado sentido da justiça. É esperta.
É sentimental. É lógica.
É rapariga.
Helena Vasconcelos

4 comentários:

Maninha disse...

humm...a infância...deixa lá ver...inspiraste-te nos guinchos das criancinhas q ouvimos esta tarde, certo? lol

Helena disse...

Nem mais:))

Maria das Mercês disse...

Concordo, a Alice do Lewis Carroll é verdadeiramente única... são 2 dos meus livros preferidos. Mas pouco tem a ver com infância, esta infância que agora se vive, de crianças birrentas e mimadas. Talvez sejam da família da Rainha de Copas, isso sim!
E os políticos? São primos do Humpty-Dumpty: sentados em cima da cerca, pouco arriscam...

Berta disse...

As crianças serão sempre o que de melhor existe dentro de nós.
Tal como a Alice, as crianças são sempre únicas, especiais.
As infâncias podem ser diferentes, mas a alma de criança, é algo que nos ultrapassa os sentidos.
Bem haja todas as crianças e todas as Alices.