sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Calhamaços


O mês de Agosto é desejado por muitos, pelos dias quentes de praia ou pelas merecidas férias. É também associado ao conceito de silly season, que contrasta com a excelente oportunidade de por a leitura em dia. Com dias livres pela frente, podem ser lidos sem sentimentos de ansiedade, os grandes livros, literalmente grandes. Os calhamaços, tijolos, quanto maior é o volume mais desafiante nos parece a missão destinada às férias. Para os amantes das grandes obras da literatura, sem o argumento de falta de tempo, nem vale a pena dizer “eh pá grande calhamaço”. Mergulhe na Montanha Mágica , de Thomas Mann , uma nova tradução deste romance de quase mil páginas, publicado em 1924, capaz de obsorver um mundo tão vasto quanto uma civilização. Assim, neste livro monumental, tudo cabe: meditações em torno da vida e da morte, do tempo e da cultura científica, política, história, psicanálise e música. Uma grande sinfonia que nada tem a ver com silly, mas tudo com season.

4 comentários:

Maninha disse...

gosto de calhamaços :D

Eva, recém-chegada do brasil disse...

lindo lindo, sempre adorei ler Montanha Mágica, como é que dizia minha tia: livro grande, cultura grande, quanto mais maior grande a cultura, mais livre somos, adorei a dica, onde posso comprar mesmo esse livro?

António Teves, Ponta Garça disse...

Ulá lá lá, eu gosto de calhamanços para ler na praia, poxa vida como descobriram o meu goste?

Paula disse...

Já gostei mais de calhamaços.
Estive com a Montanha Mágica e não tive coragem de comprar. Enorme!
Sei que estou a perder um livro e tanto, quem sabe um dia :)